segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Ui, ele não gostou

Caetano Veloso se enfureceu com Reinaldo Azevedo porque este criticou sua postura em relação aos famigerados black blocs (o compositor de "Tieta eta eta" chegou a tirar foto mascarado em apoio aos baderneiros).

Reinaldo, mui inteligentemente, lembrou na ocasião que a Rede Globo - que bate bumbo para a "agenda progressista" em novelas e demais programas, mas ainda assim os patetas a soldo chamam de mídia golpista - serve a "manobras esquerdistas", o que desagradou o cantor baiano.

Ambos trocaram textos pelos jornais (Caetano, que chegou a confessar que escreveu primeiro e só refletiu sobre o que tinha escrito depois) e pela internet (Reinaldo em seu blog que o membro do bloco do azeite de dendê praticamente chamou de antro de direitistas).

O colunista da Veja fez questão de recordar outro episódio onde Caetano chamou Paulo Francis de "bicha amarga", também porque não soube encarar muito bem uma crítica.

O arranca-rabo ficou famoso na época, e já constatando o fenômeno que agora assinalo, o sempre espirituoso Francis disse o seguinte: "(Caetano) fala de tudo com autoridade imediatamente consagrada pela imprensa, que é mais deslumbrada do que o público em face dele”.

Finalmente chego onde queria: não é possível que um país cresça e apareça, seja desenvolvido e crie um ambiente saudável para as idéias se toda e qualquer polêmica jamais esteja encerrada sem que o Caetano Veloso dê a sua opinião.

E quando ele está de férias (ou convalescendo de alguma cirurgia dentária) e resolve não falar, tem o Chico Buarque, a Preta Gil, o Wagner Moura, o Tico Santa Cruz e o resto da renca de chatos de plantão.

Artista pode ter opinião? Deve. Mas por favor, menos "deslumbramento" com elas.

Como analistas de política eles são, no máximo, bons artistas (e a maioria nem isso).

Link para o texto do Reinaldo Azevedo: http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/caetano-paulo-francis-direitista-bicha-amarga-boneca-travada-e-outras-coisinhas-mais/



0 Comentários