terça-feira, 1 de outubro de 2013

Contra a preguiça de pensar

Os cretinos vocacionais, mentirosos contumazes e boçais de pai e mãe criados e alimentados pelo PT sempre sacam um número mágico quando confrontados com os pífios resultados dos 12 anos de governo da seita lulopetista: 500 anos de exploração e péssimos governos não se resolve de 2003 para cá.

O problema é que essa conta é burra, esse argumento é ridículo e uma breve pesquisa na Wikipédia já serve para demolir essa bobagem completamente.

Só mesmo quem é muito canalha ou burro pode repetir por aí a teoria dessa síndrome do marco zero que o PT enfiou na cabeça das pessoas, que dá conta de que tudo de bom que existe no país surgiu há 12 anos e tudo de ruim há 500 menos 12.

Existem vários indicadores que PIORARAM desde chegada da companheirada ao poder para cá, como o primeiro ano com déficit fiscal desde 2001, primeiro crescimento do analfabetismo desde 1998, 15% menos oferta de leitos hospitalares desde 2002.

Esses são apenas alguns, uma breve pesquisa no Google pode dar conta do tamanho da implosão que este país está vivendo, como, por exemplo, a contratação de mais 200 mil funcionários no governo federal, num aumento real de 46%, fazendo o executivo ultrapassar 1 milhão de servidores.

Corrupção, ineficiência e máquina aparelhada. O naufrágio total do Brasil.

Logo, a culpa dos problemas que o país enfrenta não é de um capitão donatário, de um governador de província, do imperador ou dos índios tupinambás, mas de um governo que se preocupa mais em cooptar gente, comprar votos e ganhar eleições do que governar.

Transposição do São Francisco? Parada. Infra-estrutura de estradas, portos e aeroportos? Abandonada. Aumento de leitos no SUS? Zero. Alfabetização? Retrocedendo. Dívida pública? Galopando. Inflação? Voltando.

Não é possível que as pessoas realmente olhem em volta e continuem dizendo que todos os problemas são por conta de "500 anos de exploração".

A colonização só começou em 1534 (479 anos), o Reino Unido em 1815 (198 anos), o Império independente em 1822 (191 anos) e a República em 1889 (124 anos), logo, PELO AMOR DOS CÉUS, de ONDE tiraram essa conta de "quinhentuz anuz di exploraçaum"?

Da cabeça de um boçal que já disse que a poluição é ruim porque a "Terra é redonda e não chata"? E do resto da seita que repete tudo o que ele diz?

Pensa, Brasil. Eu sei que é difícil, que dá preguiça, mas pensa.



0 Comentários