quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Os pústulas da "imprensa"

O Brasil dificilmente vai ter um debate político sério e decente enquanto todo mundo achar normal (ou pelo menos não ver nada estranho) no fato do governo federal bancar sites como o 247, Conversa Afiada, etc, etc, muitos dos quais aqui e ali ultrapassam a barreira da civilidade (podem até achar que Veja e o resto da "grande mídia" falem "mentiras", mas nunca vi manchete ou chamada nesses veículos comparando adversários a furúnculos, fezes ou outras escatologias).

Existe liberdade de expressão, claro. Para todos os excessos existe a justiça (não é a toa que volta e meia o Paulo Henrique Amorim é condenado em algum processo), mas o grau de virulência, de agressividade, do absurdo que se lê por ali não é compatível com uma democracia madura ou consolidada.

Trata-se de chavismo, do mais rastaquera possível.

O pior é que é o dinheiro do pagador de impostos via estatais que banca tudo isso.

Se essa gente quisesse passar o dia atirando excrementos nos outros como chimpanzés de zoológico a serviço do lulopetismo às suas expensas já seria terrível, mas seria apenas problema deles.

Passa a ser problema meu quando é com o dinheiro que eu pago em impostos direta e indiretamente.

E é problema seu também.



0 Comentários