sábado, 12 de outubro de 2013

Roberto Carlos e a máfia do dendê

Máfia do Dendê, Roberto Carlos e mais um monte de patetas defendendo a censura prévia no Brasil.

Sim, porque para os casos excepcionais existe a lei. Calúnia, difamação, danos morais. Para isso a justiça deve ser célere e ter a mão pesada.

O resto deve ser público no que diz respeito a uma vida tornada pública pela notoriedade (na maioria das vezes perseguida avidamente).

Óbvio que não podemos transformar uma biografia num ataque à honra do biografado, mas o que estamos vendo aqui é abuso de poder, uso e abuso de influência por parte de gente que ficou famosinha inclusive "lutando contra a ditadura" e que hoje faz igual.

Não dá para dizer que um país é democrático e só liberar a publicação de hagiografias. Ainda por cima remunerando o biografado. Como assim? Vamos criar as biografias de programa?

Em todo caso, a charge que acompanha esse texto já cuida do assunto melhor do que qualquer explicação mais longa.

(Em tempo: fui procurar saber quem fazia parte do tal "Procure Saber", que luta por essas biografias de programa, e, valham-me os céus, 90% é só gente chaaaaaaaata).



0 Comentários