sábado, 30 de novembro de 2013

O político não é o espelho do povo, ele é o povo

Analisando friamente, o povo brasileiro, mais precisamente o eleitor médio tem exatamente o que merece.
Se anda num ônibus lotado, é atendido em péssimos hospitais, se manda seus filhos para escolas que o transformam quando muito em um semi-analfabeto, cada brasileiro está recebendo tudo o que pede.
Não faltam pessoas na imprensa, na internet, pelas ruas, alertando sobre cada corrupto, canalha e cretino que infesta a política.
Ninguém pode afirmar que a maioria do país não saiba de que laia são Lula, Renan Calheiros, Collor, Sarney, Sérgio Cabral, Lindbergh, Maluf, entre tantos outros. Todo mundo sabe, mas alguns fingem não saber por diversas razões, qual é o material que forja o caráter (ou a falta de caráter) de toda essa gente.
Um povo que assimila com facilidade bordões de novela, piadas de todo tipo, que aprende direitinho quem é quem nos BBBs da vida, que se envolve em polêmicas bobas todo o tempo, que conhece de cor nomes de sub-celebridades e letras de músicas ruins, um povo assim não é burro, apenas tem preguiça de pensar.
Uns se vendem, outros não ligam, alguns tomam parte em simulacros e no final todos vão lá de dois em dois anos reconduzir os arquitetos do purgatório diário que são as cidades do Brasil ao poder.
Minha única pena é que esses levam junto todo o resto que pensa e que assiste, desesperado e impotente, a marcha dos insensatos, o desfile da Era da Mediocridade, porque infelizmente os imbecis estão em maioria.

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

O marco regulatório da internet

Blogueiros sujos chapa branca, militantes profissionais, bolivarianos das bananas, aspones, petralhas e seus puxa-sacos.

Veja o tipo de gente que defende o marco regulatório da internet e descubra sozinho porque de um ninho de liberticidas não pode sair nada que preste.

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Joaquim Barbosa é muito midiático

A esquerda descobriu uma nova palavra.
Depois de "coxinha", "faCHista", "homofóbico", "racista" e "reacionário" apareceu o "midiático".
Seguindo a ordem alfabética talvez mais à frente no dicionário achem a vergonha que nunca tiveram.

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

E o vencedor é

Dilma tem 40% de intenções de voto a um ano das eleições?
O presidente José Serra afirma que esses dados foram definitivos para a sua vitória em 2010.

domingo, 17 de novembro de 2013

O preso político e o político preso

Petistas estão comparando a fuga do mensaleiro Henrique Pizzolato com a do senador boliviano Roger Pinto Molina.

Um desviou dinheiro público para comprar votos no Congresso, o outro cometeu o crime de ser opositor da Franja de Playmobil que governa a Bolívia.

Esse tipo de comparação esdrúxula, já que o PT é governo e nomeou a maioria dos juízes que condenaram a companheirada meliante, apenas prova que o petismo não surgiu para coabitar com a honestidade intelectual.

Para ser petista basta ser um desses barra bravas de torcida organizada.

Pensar é secundário e até dispensável.

sábado, 16 de novembro de 2013

Pensar dá trabalho

Petistas estão comparando a fuga do mensaleiro Henrique Pizzolato com a do senador boliviano Roger Pinto Molina.
Um desviou dinheiro público para comprar votos no Congresso, o outro cometeu o crime de ser opositor da Franja de Playmobil que governa a Bolívia.
Esse tipo de comparação esdrúxula, já que o PT é governo e nomeou a maioria dos juízes que condenaram a companheirada meliante, apenas prova que o petismo não surgiu para coabitar com a honestidade intelectual.
Para ser petista basta ser um desses barra bravas de torcida organizada.
Pensar é secundário e até dispensável.

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Rui Falcão é um piadista

Rui Falcão disse em nota que não se pode criminalizar o PT, mas ao que parece os petistas não viram problema em petezar o crime.

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Chamar de "fascista" atualmente serve pra tudo

- Senhor, estamos sem troco.
- Fascista!
- Não quero te dar, é só amizade.
- Fascista!"

E por aí vai.

Lista afrodescendente de palavras do politicamente correto

Lista de novas palavras e expressões proibidas pelo politicamente correto: banana split, macaco hidráulico, tarja preta, alvejante.

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Steve Jobs e a educação

Steve Jobs, que era um sujeito cheio de defeitos mas não se pode negar que era também um dos maiores visionários e administradores da história, sabia das coisas.

Não dá para tratar professores da mesma forma que estivadores ou metalúrgicos, com todo o respeito que estas e outras categorias merecem.

Professores formam pessoas, não nessa visão deturpada de hoje em dia que tenta transferir para a escola o trabalho dos pais, mas no que diz respeito a formar cidadãos responsáveis e, principalmente, críticos, e não esse monte de ovelhas do marxismo farofeiro, cuspidas de máquinas processadoras como se fossem nuggets produzidos em série para serem consumidos em algum Mc Donald's da dimensão guevara.

Educação não é produção em série. Não é doutrinação e nem é emprego público desses em que o sujeito coloca o paletó na cadeira e vai tomar um cafezinho na esquina.

Os bons merecem o reconhecimento e os ruins, um chute no traseiro.

Isso inclui esses sindicatos que a cada dia mais são única e exclusivamente porta-vozes do atraso.

Mais Jobs, menos Marx.




sábado, 9 de novembro de 2013

A destruição do hotel Glória

O Hotel Glória foi construído em 1922 para a Exposição Internacional, comemorativa do Centenário da Independência do Brasil.

Em seu projeto original, em estilo clássico, o Hotel Glória era dotado de teatro, cassino, salões de festas e de jogos, áreas de lazer e 150 quartos, e foi posteriormente ampliado ganhando mais dois andares passando a ter mais de 500 quartos, chegando ao final a cerca de 610 acomodações.

Devido a sua proximidade com o centro financeiro e político da cidade do Rio de Janeiro, o Hotel Glória sempre abrigou grandes artistas do cinema, cantores, políticos e chefes de Estado.

Albert Einstein se hospedou no local, entre outras personalidades.

Tratava-se de um marco arquitetônico do Rio de Janeiro, herança de tempos melhores.

Em 2008 foi vendido ao empresário Eike Batista. Em agosto de 2010 o BNDES anunciou um financiamento de 146,5 milhões de reais para a reforma do hotel, dentro da linha "ProCopa Turismo", visando à Copa do Mundo de 2014.

A "reforma" consistiu na demolição total do seu teatro, na destruição de painéis pintados em 1960 pelo ceramista português João Martins, na total depredação do interior do hotel, que já não mais existe, sobrando apenas a casca da fachada do prédio.

Isto é o Rio de Janeiro. O pouco que ainda presta é destruído sem pena com o anuência da prefeitura e auxílio do governo federal, composto pelos amigos petistas do Eike Batista.

Com a derrocada do tal "Império X" o prédio está lá abandonado, esperando um "parceiro" que termine a obra. Descaraterizado, prestes a virar um templo da breguice com direito a retrofit fajuto, só resta esperar que não desabe antes.

Mas nada disso importa, é a cidade maravilhosa e pronto.




sexta-feira, 8 de novembro de 2013

a inocência de Kassab

O Kassab pensou que ia entrar num bacanal de luz apagada e que não ia ser apalpado, bolinado e não corria risco de pegar uma DST.
Aprendeu agora que ninguém vai para a cama com o PT impunemente.

Nem de direita, nem se esquerda e nem de centro

O Kassab pensou que ia entrar num bacanal de luz apagada e que não ia ser apalpado, bolinado e não corria risco de pegar uma DST.

Aprendeu agora que ninguém vai para a cama com o PT impunemente.

Ai-que Batista

Desculpe a franqueza, mas quem assistiu o oitavo homem mais rico do mundo e mais rico do Brasil posar para fotografias em uma revista de fofocas com um carro estacionado na sala de estar de casa, falar com um cachorro em alemão, ter uma frota de iates chamada Pink Fleet que tinha um iate só e não viu nada de errado com isso, mereceu ser enganado pelo Eike Batista.

Está aí mais um campeão nacional do Lula.




quinta-feira, 7 de novembro de 2013

MAV-PT

A Militância em Ambientes Virtuais do PT (MAV-PT) tem praticamente uma versão mentirosa para cada fato histórico. Não demora muito e dirão que algum antepassado do Apedeuta foi timoneiro da caravela do Pedro Álvares Cabral.

Algumas das versões dão conta de que o governo "de direita" do presidente Fernando Henrique quebrou o Brasil duas vezes e que foi o Apedeuta e a petralhada que salvaram o país.

Outra novidade é dizer que "todo mundo é farinha do mesmo saco, todos roubam, mas pelo menos o PT ajudou os mais pobres". Tirando o fato de que não existe roubo pelo bem do país, existe sim, diferenças entre um governo petista e qualquer outro governo na história, e nem são diferenças tão difíceis assim de serem identificadas.

Como adoro contrariar cretinos, canalhas e ordinários, vou fornecer aqui alguns pontos que derrubam mais essas mentiras petistas e que ajudam a esclarecer algumas coisas, vamos lá.

1) O PSDB não é de direita.

2) O Brasil não "quebrou" durante o governo do presidente Fernando Henrique, isso é mais uma mentira espalhada por vagabundos do PT que ganham dinheiro público para espalhar versões na internet.

3) Houve uma desvalorização e uma crise, muito porque o Real tinha menos de quatro anos de existência e a economia ainda sofria com ausência de reservas e com reflexos do caos que vinha desde os anos 70 e principalmente 80.

4) A condução da economia no governo FHC foi tão bem feita que o PT quando entrou não só a manteve como hoje tenta roubar (oh, que novidade, petista querendo roubar algo) para si os méritos da estabilização.

5) Para ser eleito Lula divulgou um documento chamado "Carta ao Povo Brasileiro" onde se comprometia a não mexer no que vinha sendo feito. Surpreendentemente cumpriu a promessa até recentemente, quando o governo do Poste de Terninho resolveu fazer "contabilidade criativa" e se dedica diariamente a quebrar o país.

6) Sim, existe MUITA diferença entre um governo médio brasileiro (corrupto e com níveis intoleráveis de ineficiência) para um governo petista (corrupto, com níveis intoleráveis de ineficiência e que ainda aparelha o Estado e tenta corromper o processo democrático para se perpetuar no poder).

Essa teoria de que é "todo mundo farinha do mesmo saco" só beneficia os ladrões, proxenetas e parasitas do país que hoje estão no governo e que vivem de sugar verbas oficiais e se empoleirar em cargos comissionados.

Se você quer continuar sustentando essa turma, compre a versão deles, pena que não é você que vai pagar a conta sozinho.