terça-feira, 20 de agosto de 2013

Eu manipulo, tu manipulas - Publicado originalmente em 20 de agosto de 2013

Eu gosto de saber do que se passa à minha volta, daí a terminar sabendo coisas que eu não gostaria. 

Uma delas são essas transmissões do "Mídia Ninja", que consistem basicamente em horas e horas a fio de pessoas andando na rua, inventando notícias a partir de fatos comuns ("Bora comer um podrão, cara?"), falando palavrões, fazendo observações totalmente balizadas ("PM filho da puta, cara, PM filho da puta, olha só!") e vagando pela cidade numa espécie de novela mexicana de 144801149123812391 capítulos.

Mas o mais interessante são suas "notícias":

- Um PM foi detido!

- Cinco PMs foram detidos!

- Oito PMs foram detidos!

- Bora comer um podrão?

Num desses vídeos alguns PMs resolveram pedir os documentos de um sujeito mascarado. Como em qualquer blitz ou baculejo, o policial pegou a carteira na mão para ver os dados.

Foi o que bastou para começar um pandemônio:

- Você tá tomando a carteira dele - gritou alguém

- Porque você tá prendendo a carteira dele, caralho?

- Você não pode pegar a minha carteira, cara!

- Posso sim - diz o PM.

- Foda-se, foda-se, foda-se - responde o sujeito sendo revistado.

O PM resolve prender o cara por desacato à autoridade.

Começa uma pancadaria, enquanto o "ninja" vai narrando o fato com o maior rigor jornalístico possível:

- PM é tudo filho da puta, cara, a PM está descontrolada! Que bando de cuzão, cara! Cuzão! Cuzão!

E nisso surge uma moça no meio da confusão, se mete na briga e também é ameaçada de detenção. Spray de pimenta, empurra-empurra e a moça TIRA A ROUPA.

Narração do "ninja"?

- A PM deixou uma mulé pelada no meio da rua, cara!

- Acharam um cartucho de calibre doze! (imagina alguém dando um tiro de DOZE no meio de uma confusão e não acertando ninguém).

Foi todo mundo parar na delegacia, a moça passou mal por causa do spray de pimenta, o delegado chamou a ambulância e a moça foi levada para o hospital, enquanto a delegada colhia depoimentos sobre a confusão junto a PMs, manifestantes, advogados da OAB (sempre eles) e até de um "ninja".

Em coisa de mais uma hora, outro canal dos "ninjas" já dizia que a moça foi "espancada durante 13 minutos pela polícia" acrescentando a observação feita por um dos que acompanhavam a transmissão e utilizavam a caixa de comentários:

- O Choque é cachorro do Cabral (o famigerado governador e presidente da Turma do Guardanapo).

Ao fundo o som de um sambinha entoado na frente da Câmara dos Vereadores por aquela gente ocupada que pode dispor de tempo para passar os dias ocupando uma calçada.

Alguém ainda grita:

- Lá vem os Black Blocs! Pau na PM!

Nesse momento enjoo da novelinha e vou assistir um vídeo do Porta dos Fundos.

Só uma nota final: é essa gente que diz que a "mídia tradicional" manipula as notícias.




0 Comentários