terça-feira, 20 de agosto de 2013

Mude suas opiniões mas não perca seus princípios - Publicado originalmente em 20 de agosto de 2013

Não curto essas frases de internet com fundos bonitinhos e mensagens geralmente vazias.

Mas num tempo de relativização extrema de TUDO, onde a pergunta preferida da moçada "cool" é "qual é o problema?", essa frase é uma boa lembrança e um bom conselho.

"O PT rouba? Qual é o problema? Os outros também roubavam."

"O cara quer se vestir de mulher e entrar no banheiro das meninas? Qual é o problema? Quem já viu não se assusta, quem nunca viu não vai saber o que é."

"Quebraram imagens religiosas na praia de Copacabana durante a visita do Papa? Qual é o problema? Eles compraram as imagens, logo eram deles."

"Liberar maconha até em pátio de recreio do Ensino Médio? Qual é o problema? A mãe daqueles burguesinhos não toma Lexotan pra dormir?"

"Disseram num debate que a família é um ranço conservador? Qual é o problema? Quer brincar de casinha, é?"

Sim, tem problema e não é um só, são vários.

E a resposta está justamente aí: mudar de opinião é coisa da vida, quem amadurece geralmente pode (e deve) fazer isso.

Vender a alma não. Isso é coisa de canalha.




0 Comentários