domingo, 17 de novembro de 2013

O preso político e o político preso

Petistas estão comparando a fuga do mensaleiro Henrique Pizzolato com a do senador boliviano Roger Pinto Molina.

Um desviou dinheiro público para comprar votos no Congresso, o outro cometeu o crime de ser opositor da Franja de Playmobil que governa a Bolívia.

Esse tipo de comparação esdrúxula, já que o PT é governo e nomeou a maioria dos juízes que condenaram a companheirada meliante, apenas prova que o petismo não surgiu para coabitar com a honestidade intelectual.

Para ser petista basta ser um desses barra bravas de torcida organizada.

Pensar é secundário e até dispensável.
0 Comentários