quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Público, gratuito, de qualidade

Público, gratuito e de qualidade é tão possível quanto assobiar chupando cana cantando o Rigoletto.
0 Comentários