segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Escravos cubanos sim - Publicado originalmente em 26 de agosto de 2013

Eles chegam dizendo que não trabalham por dinheiro, que o fazem por vocação, que só querem ajudar. Por perto, sempre atentos, os esbirros da ditadura comunista, cuidando para que nenhuma frase proibida saia de suas bocas "sem querer".

Já disseram que o governo brasileiro precisa melhorar a estrutura dos seus locais de trabalho (ora, não é EXATAMENTE a mesma coisa que os médicos brasileiros dizem?), numa crítica que os levaria ao calabouço caso estivessem na ilha presídio dos irmãos Castro.

Fora que mesmo sendo "expropriados" de 90% dos 10 mil reais que o governo brasileiro vai pagar pelo trabalho de cada um (diretamente a Cuba, que mui democraticamente vai repassar a eles quanto bem entender), ainda assim ganharão 10 vezes mais do que ganhariam em seu país, logo, não é tanto assim o altruísmo, ainda que a situação continue sendo absurda.

Mas são apenas "médicos" cubanos que estão chegando para "ajudar". Política, ideologia, vagabundagem eleitoreira, empulhação marxista, nada disso tem a ver com a história. Isso é coisa de direitista histérico, de reacionário com mania de conspiração, de gente que detesta pobre.

Só que na sua chegada aos aeroportos brasileiros, o que vemos são bandeiras do PT, militantes berrando (já notou como eles nunca falam, só berram?) que "a luta socialista é internacional", xingamentos e ofensas contra a imprensa livre.

Todo o estoque de bizarrices e cretinices do marxismo farofeiro estava presente em cada festa pela chegada dos escravos do Fidel, os tais médicos que são uma commoditie de Cuba, produto para exportação muito parecido com eletrônicos chineses, só que nesse caso com devolução garantida caso o "médico" resolva fugir de suas funções e pedir asilo.

A Era da Mediocridade vai chegando assim no ápice do seu ridículo, insano, descontrolado, perigoso.

Mas como não existe noite que dure para sempre, resta apenas saber quanto falta ainda para que o Brasil precise sofrer com o petismo, até que um dia possa olhar para trás e contemplar espantado como tanta gente conseguiu ser enganada por tanto tempo.
0 Comentários