quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Se eu fosse um senador boliviano - Publicado originalmente em 28 de agosto de 2013

Se eu fosse esse senador boliviano discretamente entraria na embaixada dos Estados Unidos ou de algum outro país sério e pediria asilo lá.

O embaixador da Bolívia no Brasil já declarou que ele é um "foragido"comum e não um asilado, e os mesmos ordinários que acoitaram um terrorista italiano por aqui podem muito bem devolver um opositor para a proto-ditadura do cocaleiro Morales.

O Brasil deixou de ser uma democracia confiável faz tempo, mas desde as manifestações junho o PT está radicalizando sua guinada à esquerda, tentando "retomar as ruas" e acelerando seu processo de tomada total do Estado.

Os tempos aqui vão ficar nublados antes de clarearem outra vez.

E como prudência e canja de galinha nunca fizeram mal a ninguém, o senador Roger Pinto Molina faria um imenso bem a si e a sua família se pirulitando desta gaiola das loucas que virou o Brasil, até que a Era da Mediocridade termine.

É o melhor negócio a fazer.



0 Comentários