terça-feira, 11 de março de 2014

Vivandeiras, aquietem-se

Vai entender.

A esquerda apoia as piores ditaduras, genocidas, terroristas, assassinos, traficantes, não tem vergonha de conviver praticamente com qualquer meio que justifique seus fins, mas não dizem isso abertamente.

Seu discurso fala sempre em democracia, poder popular, igualdade, unicórnios urinando Mineirinho e torneiras de Nutella, ainda que a primeira coisa que acontece quando eles chegam ao poder seja faltar comida.

A direita normalmente defende regimes liberais, livre mercado, o indivíduo sobre o coletivo, imprensa sem censura, eleições regulares, alternância de poder, meritocracia e, o mais importante de tudo, comida disponível.

No entanto alguns na direita aceitam discursos pedindo golpe militar, questionando os mecanismos da democracia, duvidando, enfim, da própria força de convencimento das suas idéias, que é imensa. Basta ver a foto de filas de pessoas em centros de abastecimento na Venezuela e de filas de pães esperando as pessoas nos Estados Unidos que o sujeito é convencido pelo estômago de que a esquerda é péssimo negócio pra ele.

Cacete, os inimigos da democracia e da liberdade são eles, façam com que vistam sua carapuça à força se for preciso, mas não a vistam vocês mesmos, porque ela não deveria caber na sua cabeça, que inclusive foi feita pra pensar.



0 Comentários