domingo, 27 de abril de 2014

Apologia

Três dançarinos do "Esquenta" nutriam uma, digamos, estranha simpatia por traficantes de drogas. 

Universotários de esquerda fingem que funk proibidão é cultura para brincar de "ser do povão".

O PSOL mantém um escritório de advocacia para black blocs e outros tipos de baderneiros travestido de ONG.

Sociólogos-historiadores-pedagogos-psicólogos-antropólogos-advogados-professores dizem que a culpa por um marginal ser marginal não é do marginal, mas das vítimas do marginal porque elas "ostentam" e fazem parte da "sociedade insensível".

O PT é aliado dos narcoterroristas das FARC no Foro de São Paulo, das ditaduras de Cuba e da Venezuela, de aiatolás radioativos do Irã, de ditadores e genocidas na África, de ladrões no Congresso, fora o que suas milícias pagas com dinheiro público fazem nas ruas e na rede.

Mas nossa, que horror, vamos calar a opinião da Rachel Sheherazade porque ela estimula a violência e o crime.
0 Comentários