quinta-feira, 3 de abril de 2014

Da série "as catacumbas de um cérebro baldio"

Alguém é DEMITIDO porque não concorda com leis sobre "casamento" gay, ou seja, foi punido por uma opinião pessoal sua que vai de encontro a um grupo organizado, histriônico e sectário, que enxerga qualquer coisa que não seja a adesão como uma declaração de guerra.
Qual o diagnóstico? Ora, sobre certas coisas NÃO CABE opinião, cabe apenas ACEITAÇÃO, do contrário, aguente as CONSEQUÊNCIAS. Parece muito com uma ditadura, e é.
O mais engraçado é que isso vem do mesmo tipo de gente que dava ataques e faniquitos pedindo o PL122, que, entre outras coisas, "protegeria" a pessoa de ser demitida do emprego por ser gay.
Entendeu como funciona? Demitir os outros pode.


0 Comentários