sexta-feira, 25 de abril de 2014

Este é a minha verdade, diga-me a sua (a menos que ela seja uma merda, nesse caso terei que te contestar).

1) Aderir ao politicamente correto é como tentar curar uma diarreia com uma rolha.

2) A esquerda acha que dando medalhas de ouro vai fazer com que todos sejam campeões, mas na realidade faz com que todos sejam perdedores.

3) Só dois tipos de pessoas se interessam em confiscar suas armas: as que querem te atacar e as que não querem que você se defenda.

4) Você só acredita realmente que o outro deve ser livre se reconhecer nele o direito de ser um imbecil, um fracassado, um extremista que diz coisas repugnantes e até mesmo o direito de ser melhor do que você em alguma coisa.

5) O esquerdopata médio é aquele cara cujas opiniões e crenças transitam entre o direito da maioria em esmagar a liberdade alheia e o dever da minoria de sequestrá-la.

6) O governo vive dizendo que quer dar para as pessoas mais liberdade, mais segurança, mais saúde, mais educação, mais transportes, mais direitos, quando a única coisa que deveria fazer, e não faz, é sair da frente e dar mais espaço.

7) Criar e manter empresas estatais é confiar um negócio que necessita ganhar dinheiro de acordo com as regras do mercado para pessoas que não conseguem nem ao menos gastar decentemente o dinheiro que confiscam dos outros.

8) O esquerdista médio vai sempre respeitar suas opiniões desde que elas não contrariem as dele ou que você fique de boca fechada e guarde todas para si.

9) Quando você se sentir tentado a apoiar aquela lei em que o governo te diz como cuidar da sua casa e da sua família, pense duas vezes e diga se realmente você quer um político cuidando da sua família e do futuro dos seus filhos tão bem quanto ele cuida do orçamento do país.

10) Menos Marx, mais Mises.



0 Comentários