quinta-feira, 24 de abril de 2014

Navio branqueiro

Um ladrão foi preso num poste em Ipatinga e chicoteado por um morador até a chegada da polícia. Um dos personagens desta história era branco e o outro preto, sorte que o branco era o ladrão, senão a turma do PSOL ia pedir pena de morte para o açoitador, a Maria do Rosário iria chorar em rede nacional, a Carta Capital colocaria uma foto de Zumbi dos Palmares sendo chicoteado pelo Bolsonaro na próxima capa e a Jandira Feghali ia exigir que a Rachel Sheherazade fosse enviada para um campo de prisioneiros na Coréia do Norte.

Na real foi um ladrãozinho levando uma merecida coça, o fato dele ser branco apenas nos livrou daquele conhecido espetáculo de hipocrisia com descrições de navios negreiros, plantações de cana, senzalas e casas grandes.

Sorte que dessa vez a vítima da "justiça com as próprias mãos" foi apenas um branquelo. Nenhum defensor dos direitos humanos ou acionista do monopólio do bem vai fazer escândalo por isso.

Link da notícia:http://www.plox.com.br/caderno/policia/moradores-ipatinga-amarram-ladrao-poste



0 Comentários