quarta-feira, 30 de abril de 2014

Preparem-se coiotes

Tem que acabar com o latifúndio para plantar maconha, entendeu?
Depois que o Brasil tiver regulamentado a proibição total de armas, a liberação da maconha, o controle da mídia, a relativização da propriedade, a idade penal mínima de 35 anos, o "casamento" gay, alguma letra de funk como hino nacional, o ensino da zoofilia no jardim de infância para combater o preconceito de espécies, cortes de cabelo e roupas iguais para homens e mulheres afim de acabar com a discriminação de gênero, a abolição da gramática para dizimar o "preconceito linguístico", o envio de reacionários e coxinhas como Rachel Sheherazade e Lobão para campos de reeducação, a transformação do congresso da UNE em órgão revisor das decisões da Câmara dos Deputados, do Senado e do STF, a entrega do agronegócio para o MST e o regime bi-partidário PT-PSOL, a única coisa que vai faltar será construir um muro nas fronteiras do país para impedir que imigrantes suecos, holandeses, noruegueses, dinamarqueses, canadenses e suíços invadam o Brasil em busca de uma vida melhor.


0 Comentários