quinta-feira, 1 de maio de 2014

Primeiro de Maio.

Feliz dia de quem não é estudante profissional, encostado em sindicado, pendurado em cargo comissionado, que não vive "com alguns projetos", que não tem como principal atividade aquele período de duas horas por semana na ONG, que não é militante em ambientes virtuais, nem sem terra que nunca viu uma enxada, muito menos operário que nunca pisou num chão de fábrica e, principalmente, que não é filiado ao partido dos trabalhadores que têm pavor de trabalho.

Primeiro de Maio, dia daqueles que, cada um do seu jeito, carregam esse monte de parasitas nas costas, inclusive o maior deles, que se chama governo.

Parabéns!




0 Comentários