quinta-feira, 24 de abril de 2014

Vem aí o "Mais Soldados"

A câmara dos deputados aprovou uma lei que permite que tropas estrangeiras fiquem estacionadas no Brasil sem a necessidade de aprovação do Congresso, bastando apenas que a presidência da República diga que tal coisa se enquadra em algumas "necessidades" listadas?

Vejamos:

Milícias armadas no campo, check.

Sindicatos comprados, check.

Forças armadas sucateadas, check.

"Médicos" cubanos, check.

Internet "controlada" pelo Estado através de lei, check.

Verbas oficiais usadas para chantagear veículos de comunicação e calar jornalistas, check.

Tropas estrangeiras no país, em andamento.

Não interessa o motivo, amanhã o PT acha que precisamos do programa "Mais Soldados" para "combater a criminalidade", "importa" soldados cubanos e só depois vamos descobrir que "criminalidade" inclui ser contra o projeto de eternização no poder do partido. Vai saber, você aí coloca a sua mão no fogo?

E quem fala em golpe, venezuelização, chavismo, etc. é olavete com mania de conspiração? Façam-me o favor. Suspeitar demais é tão idiota quanto suspeitar de menos.

Ao que parece apenas UM deputado votou contra tal aberração e se chama Jair Bolsonaro. Todos os demais que estavam presentes neste verdadeiro estupro da democracia e da soberania mereciam ser cassados e presos por crime de lesa pátria.

Vamos ver até quando o gado vai aceitando de mansinho a canga que vão lhe colocando e torcer para que não sinta o peso e o estalo do chicote tarde demais.
0 Comentários