terça-feira, 6 de maio de 2014

Desarmamento pra quem?

Cada vez que uma pessoa é vitimada dentro de sua própria casa por um marginal armado, toda a sociedade deveria se perguntar: ué, mas o desarmamento não ia me proteger?

Cada vez que um sujeito entra armado num estabelecimento comercial e assalta todos os presentes, agredindo e barbarizando pessoas, toda a sociedade deveria se perguntar: ué, mas o desarmamento não ia me proteger?

Toda vez que um cidadão se sente ameaçado por um bandido ou presencia um crime, liga para a polícia e espera meia hora por uma resposta, vendo como é presa fácil e não tem quem o defenda, toda a sociedade deveria se perguntar: ué, mas o desarmamento não ia me proteger?

Sempre que alguém olhar sua vizinhança de noite, achar insegura e pensar que precisa comprar um cachorro, contratar uma firma de segurança, instalar câmeras, etc., tudo porque não pode ter uma arma e está a mercê de bandidos, toda a sociedade deveria se perguntar: ué, mas o desarmamento não ia me proteger?

As situações mudam, a pergunta é sempre a mesma. Desarmamento só protege o bandido.
0 Comentários