domingo, 1 de junho de 2014

A incoerência como modo de pensar

O opositor Leopoldo López foi preso pela ditadura venezuelana em FEVEREIRO, ficou num presídio militar até ABRIL, esperando que a promotoria se dignasse a acusá-lo formalmente de algo.

De lá para cá as audiências onde poderia apresentar sua defesa e pedir para responder o processo em liberdade foram sucessivamente adiadas por chicanas do governo do psicopata Nicolás Maduro - aliado do governo do PT - fazendo com que Leopoldo esteja há meses preso sem chance de se defender.

O processo do mensalão durou anos, o julgamento idem. Embargos de declaração, embargos infringentes, trocas de ministros, votações companheiras e SOMENTE após o processo TRANSITADO EM JULGADO é que os bandidos do PT foram engaiolados.

Mas o mesmo partido que diz que na Venezuela "tem democracia até demais" e que assiste impassível a um ditador amigão molestando e matando seu próprio povo, sem contar com a ausência de um muxoxo sequer sobre a situação de Leopoldo, este sim, um preso político, insulta, calunia e permite que seus militantes persigam na rua e ameacem um juiz do STF de morte, porque considera que o julgamento do mensalão foi "de exceção" e "injusto". "Matem este negro ingrato".

Sem contar a patética e circense preocupação do PT com a "espionagem americana", chegando ao cúmulo de criarem um sistema de emails "inviolável" para o governo, o que, conhecendo a competência da doutora Dilma, deve ter custado mais do que o triplo do que valia e a esta altura até um moleque de 13 anos numa lan house em Duque de Caxias já violou o sistema.

Enquanto isso basta algum sujeito contrariar os petralhas que no dia seguinte começam na internet, através dos seus lacaios de aluguel, os boatos de que a pessoa "deve ao fisco" ou "tem contas no exterior", entre outros. Serão os boatos mentirosos ou a Receita Federal virou agência de espionagem do PT, que já aparelhou tudo?

As infâmias que sofreu Joaquim Barbosa e sofrem o candidato do PSDB, Aécio Neves, e o ex-jogador Ronaldo, com baixarias envolvendo até suas famílias é o maior sinal de que o tal Estado policial que o ex-delegado Romeu Tuma Jr. tanto fala já é uma realidade. Virou Gestapo essa joça.

Todo mundo no país preocupado com o que o Edward Snowden tem pra dizer sobre as "espionagens estadunidenses" - Vão roubar que segredo do Brasil? A arte de construir estádios superfaturados e escolas caindo aos pedaços? - mas os estupradores do sigilo bancário do caseiro Francenildo estão aí, mandando no governo direta ou indiretamente.

Opositor preso sem processo, OK.
Bandido de estimação na cadeia porque foi condenado, absurdo.
Espionagem estrangeira de fantasia, nossa, que horror.
Usar o Estado como agência de espionagem contra quem se opõe ao governo, OK.

Dá pra notar como a incoerência e a filhadaputagem são características do "modo de pensar" do PT? Só não dá se você for um deles ou estiver sendo pago para fingir que é.
0 Comentários