segunda-feira, 4 de agosto de 2014

O PT agora falsifica até manifestação

Parece mentira, mas o partido que criou a militância espontaneamente paga, o altruísta com cargo comissionado, o preso político condenado numa democracia por um crime comum, o "doutor" que não consegue ler duas linhas sem dormir, a gerentona que leva à falência até loja de 1,99 e uma União Nacional dos Estudantes que não estudam, também foi capaz de criar o manifestante holográfico.

Já disse outras vezes que descobrir a existência de uma "Juventude do PT" equivale à encontrar um unicórnio e verificar que se trata de um asno com chifre. Mas a turma, ainda que não seja muito brilhante e nem chegada em um trabalho de verdade, é bastante ativa. Precisam mostrar serviço para serem promovidos da divisão de base para o time principal dos craques dos cofres públicos.

Foi então que lançaram uma "Nota contra a repressão às manifestações" no Rio de Janeiro. Repressão que, diga-se de passagem e mui rapidamente, constituí-se na ação da polícia contra black blocs e demais boçais que vagam pelas ruas incendiando pontos de ônibus e lixeiras, quebrando vitrines, interrompendo o trânsito e infernizando a vida de milhares de pessoas seja por causa da "repressão", do "genocídio" na Palestina, dos baixos salários de professores universitários que ganham mais de sete mil por mês ou pelo aumento do Big Mac.

Ainda espero as manifestações contra as ditaduras cubana e venezuelana, mas acho que ganho na Mega Sena antes.

Mas vamos em frente.

A coisa fica ainda mais bizarra quando lembramos que o governo de Luiz Fernando Pezão, do PMDB, que comanda a Polícia Militar, era aliado do PT até o início do ano. O vice-prefeito do Rio inclusive é filiado ao partido, que fez campanha intensa por Eduardo Paes, também do PMDB.

Mas como estamos em ano eleitoral e o PT precisa se apresentar como "esquerda, pública, gratuita e de qualidade", eles resolveram que o partido precisa tirar os guardanapos da cabeça, deixar os bonés da John John no armário, e colocar uma touca de black bloc.

O problema é que o PT agora é de palácios e não de rua. Pelas gloriosas papadas exibidas pelos seus políticos, vemos que o único movimento que eles andam acostumados atualmente é o dos garçons em variados rodízios. A luloburguesia está chegando num estágio da vida nababesca que nem querendo vão mais poder fazer passeatas ou piquetes: as crises de gota não vão permitir.

Então a "Juventude do PT", com seus ocupantes de bolsas, prebendas e cabides, precisava inventar uma manifestação com petistas na rua (de preferência sem o povo correndo atrás com paus e pedras, mandando todos eles para o mesmo lugar que mandam a Dilma onde quer que ela apareça) para estampar a sua "nota". Solução?

Pegaram a foto de uma manifestação realizada em Milão, cobriram com um efeito vermelhão, enxertaram um gigante andando de costas com a bandeira do Brasil que parece voar sobre um telhado e pronto, estava ali a montagem quase tão tosca quanto o que eles têm na cabeça.

O argumento de que seria um "erro inocente" ou "confusão" cai por terra quando percebemos a edição intencional. Sim, o PT agora falsifica até o "povo".

Nada demais para um partido que é uma farsa, mas convenhamos, até para os seus padrões, eles atingiram um novo nível.

A nota da Juventude do PT:https://www.facebook.com/JPToficial/photos/a.395215277155318.100684.394546060555573/841132509230257/?type=1&theater

A imagem dos protestos em Milão: http://www.truth-out.org/news/item/24437-protesting-youth-in-an-age-of-neoliberal-savagery




0 Comentários