terça-feira, 23 de setembro de 2014

O verdadeiro herói brasileiro nunca calçou chuteiras, mas andava de coturno pelos campos da Europa

Sei que repito demais esse assunto, mas não me conformo com certas coisas e essa é uma delas. Durante a Segunda Guerra Mundial, três soldados brasileiros - Arlindo Lúcio da Silva, Geraldo Baeta da Cruz e Geraldo Rodrigues de Souza - se viram cercados por tropas alemãs em maior número. Ao invés de bater em retirada ou se render passaram horas resistindo, impondo baixas aos inimigos e finalmente morrendo de forma heroica.

Sua bravura foi tamanha, que o comandante alemão mandou que fossem enterrados e sobre suas sepulturas colocou cruzes com a inscrição "Drei Brasilianische Helden" (Três Heróis Brasileiros). Sua história deveria ser contada nas escolas, seus nomes deveriam batizar ruas e praças, mas ao invés disso são praticamente desconhecidos e esquecidos no seu país.

Mas uma banda de heavy metal sueca, isso mesmo, SUECA, ficou impressionada com sua história e fez a música que vai abaixo desse texto em homenagem aos três homens que saíram do outro lado do mundo e foram para a Europa lutar em nome da liberdade de todos, três heróis que deram a sua vida para derrotar o nazi-fascismo e para que você hoje possa desfrutar de um mundo mais livre e menos boçal.

Menos, mas não totalmente livre da boçalidade, visto que suecos dão mais valor aos heróis do Brasil do que os próprios brasileiros.

Espero que um dia o exemplo de Arlindo e dos dois Geraldos possa ajudar a derrotar essa boçalidade também. O Brasil pode ser grande, pode ser vitorioso, pode ser bem mais do que isso que vem se tornando há algumas décadas.

O Brasil pode mais e não precisou mais do que de três brasileiros para provar isso para todo o resto.

"Smoking Snakes

Nos lembramos, sem rendição
Os heróis de nosso século

Três homens aguentaram fortes, e eles resistiram por muito tempo
Indo para a luta, para a morte que os espera
Louco ou corajoso, isso vai acabar na sepultura?
Como eles estão dando suas vidas
Como suas doutrinas da honra

Longe, longe de casa, para uma guerra
Batalhada em solo estrangeiro e
Longe, longe do conhecido, diga seu conto
Sua história esquecida
Cobras fumantes, Eterna é Sua vitória!

Levantem-se a partir do sangue dos seus heróis
Vocês, foram os únicos que se recusaram a se render
Os três, preferiram morrer do que fugir
Saibam que a sua memória
Será cantada por um século."

Link do vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=nG46qvWgO0s&app=desktop




0 Comentários