quarta-feira, 29 de outubro de 2014

"Diálogo" no entendimento de esquerdista é o que o martelo estabelece com o prego: um bate, o outro apanha e se enterra

Deixa ver se eu entendi: agora a Dilma II e o PT querem "diálogo" com a direita hidrófoba nazista e elitista que não aceitou a lei áurea?

Como exatamente a presidentata (agora são duas vezes) pretende começar as "reuniões" com a oposição? "Excelentíssimos cheiradores que batem em mulher e dirigem bêbados"?

Podem rir, ainda está liberado.
0 Comentários