sábado, 25 de outubro de 2014

Dilma e o PT debocham de São Paulo

Como Dilma não consegue ser nem um pouco menos Dilma, foram tantas patacoadas, mentiras e frases indecifráveis, que fica difícil mesmo dizer qual é a pior ou quais são as piores.

As respostas para o indeciso que reclamou do custo do aluguel e para a economista que não arruma emprego, dizendo que vai dar linhas de crédito de 5 mil reais (isso mesmo CINCO MIL) para a compra de um imóvel para um e mandando a outra voltar a estudar (um curso técnico no Pronatec) foram tão toscas que outra, a meu ver ainda pior como se isso fosse possível, passou despercebida.

Durante uma de sua intervenções guiadas pelo marqueteiro da campanha suja, Dilma trouxe à tona a crise hídrica em São Paulo. Resposta vai, réplica vem, e ela se sai com essa:

- Daqui a pouco São Paulo vai ter que criar o programa "Meu Banho, Minha Vida".

Nem bem terminou de dizer a cretinice e se ouviram gargalhadas e aplausos dos petistas presentes no estúdio.

Devem ter ficado tão animados com a "tirada espirituosa" da mulher que não consegue terminar uma frase dentro do mesmo assunto que começou, que nem perceberam que ela havia acabado de debochar de milhões de pessoas que passam pela angústia e a falta de conforto que é a falta da água ou mesmo a ameaça dela.

Sendo bem sucinto: Dilma debochou de São Paulo e dos paulistas, para a diversão dos orangotangos que a assessoram em sua campanha suja. Não apresentou propostas, não assumiu culpas, não disse nada relevante para o futuro, apenas espezinhou de todo um estado da federação pensando que assim espezinhava apenas o governador que aplicou uma surra no incompetente que ela queria colocar no Palácio dos Bandeirantes.

Em qualquer país sério e com menos indigência intelectual do que no Brasil, tal coisa seria motivo de escândalo. Fosse algumas semanas antes da eleição seria motivo para retirada da candidatura.

Mas aqui esse tipo de coisa não só é tolerada, como temos um ambiente político que foi transformado pelo PT em algo tão sórdido e baixo, com ataques de natureza tão nauseante, que tal palhaçada da presidente nem causa mais espanto.

São tantos escândalos, tantas patifarias ditas e feitas, tantos ataques à liberdade de imprensa, de opinião, de oposição, tantas infâmias, ofensas, mentiras, deboches, cinismos, absurdos, que o país, anestesiado, mal reage.

Até por isso mesmo é hora do PT sair do poder, o Brasil precisa recuperar sua capacidade de se espantar.

Nós precisamos ser melhores do que isso.



0 Comentários