terça-feira, 21 de outubro de 2014

O Brasil decidirá se vai premiar ou não o mau-caratismo

Isto é um prédio da Prefeitura de São Paulo. Note que a assombração-em-chefe nem foi reeleita e a farra já começou forte.

Nas ruas do Rio de Janeiro em certos bairros há uma mesa, um guarda-sol, algumas cadeiras e vários petistas em cada esquina, em mini-comitês eleitorais. Distribuem material de campanha, emporcalham postes e paredes colando propaganda e deixam no ar a pergunta: quem paga por isso?

Pergunta retórica, claro, porque nós sabemos que eu e você é que pagamos por isso.

Esse episódio grotesco na cidade que sofre bullying de Fernando Haddad, o maníaco da bicicleta, com bandeiras vermelhas no lugar onde deveriam estar as bandeiras da cidade e do estado de São Paulo e a do Brasil prova que dia 26 de outubro de 2014 o Brasil não vai simplesmente escolher mais um presidente, mas vai escolher sua forma e seu caráter pelos próximos 20 ou 30 anos.

Quem vencer nomeará pelo menos quatro ministros do STF, sem contar que poderá fazer de tudo, desde a demissão de parasitas em cargos comissionados até o tal "controle da mídia", que não passa de censura. Ontem mesmo, em São Paulo, o macunaíma-em-chefe, Lula, citou nominalmente William Bonner e Míriam Leitão como alvos da ira de sua seita. Só em ditaduras ou em países prestes a virar uma é que tal coisa é tolerada sem que a República inteira se levante contra o projeto de tiranete.

O Brasil decidirá se prefere o mau caráter que faz a campanha suja, o mentiroso que não permite que ele decida baseado em fatos, o vagabundo que pensa que o serviço público existe para se servir dele, o terrorista que ameaça pobres com a fome.

Espero que não escolha tal caminho, porque não terei o menor prazer em dizer depois que eu avisei.

Link da notícia: http://politica.estadao.com.br/noticias/eleicoes,bandeiras-do-pt-sao-penduradas-em-predio-da-prefeitura,1579917



0 Comentários