domingo, 9 de novembro de 2014

A queda do muro de Berlim


Há 25 anos o mundo trocava o "trabalhadores de todo mundo, uni-vos" por "não sou comunista, mas veja bem, o coletivo e o Estado estão acima do interesse pessoal e precisam controlar...".

Ou, se preferir, há 25 anos o comunismo era expulso da Europa e se refugiava na América Latina, onde trocou gulags por botecos fedorentos, tarados com boinas vermelhas, chás de coca e rodas de samba.

Em todo caso, pelo menos oficialmente já foi tarde, falta enterrar os zumbis que fugiram para o sul e ainda procriam como se fossem piolhos, sem querer ofender os pobres parasitas, é claro (sim, estou falando dos piolhos).
0 Comentários