segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Na Coréia do Norte o povo só não fala mal do governo porque não existe uma imprensa golpista


Quer dizer então que as "seis famílias" que comandam a "ditadura midiática", são invencíveis e precisam ser controladas antes que acabem com todas as maravilhas que o governo popular trouxe para o Brasil desde 2003?

Essa mídia reacionária que exerce pressão insuportável, fomenta o golpismo e utiliza sua força para mentir, enganar e levar o povo a ficar contra gente boa que só rouba pelo bem do país, é capaz de tudo para entregar o poder novamente às mesmas elites que governam o Brasil há 500 anos (esqueça o fato de que há 500 anos só existiam índios aqui).

É por isso que uma brava (e bem paga) rede de blogs "progressistas" (e bem pagos) trava uma luta inglória (e bem paga) contra esses barões da mídia para levar ao cidadão a informação verdadeira (a oficial e bem paga) e assim libertar o país do jugo de uma imprensa golpista com complexo de vira-latas que deseja entregar o país de mão beijada aos estadunidenses e trocar o nome da Petrobras para Petrobrax.

Só que apenas isso não basta.

Ainda que o governo despeje milhões de reais em publicações irrelevantes que não se sustentariam apenas da venda nas bancas ou de assinaturas, ainda que as redações sejam verdadeiros clubes de esquerdopatas que consideram gente como Fernando Henrique Cardoso, Roberto Freire e quiçá Eduardo Jorge como "de direita", é preciso ir além.

O governo popular tem a obrigação de usar o dinheiro dos outros para através da propaganda oficial enquadrar veículos de comunicação e filtrar a informação que chega ao leitor/ouvinte/telespectador, caso contrário idéias impuras, reacionárias e perniciosas como transparência, economia de mercado, meritocracia, equilíbrio fiscal, controle inflacionário, entre outras, podem emprenhar o populacho pelos ouvidos e gerar crises que em nada contribuem para a petização do país, o que, em outras palavras, significa a transformação do Brasil numa Noruega com muito forró e feijoada.

Por isso não se preocupem, quando petistas falarem em "democratizar" a mídia eles não estão absolutamente falando em censura, lógico que não, trata-se apenas de uma orientação petelhocêntrica dos fatos, para que os fatos jamais façam o brasileiro duvidar sequer por um minuto que não há felicidade fora do partido e que só Lula é seu profeta.

O PT quer democratizar a mídia, mas não se alarme, é só um democratizar adaptado, tipo democratizar de "República Democrática da Coréia do Norte";

Vê se lá alguém fala mal do governo. Ora, se não falam, só tem uma explicação: o governo é maravilhoso e não existe uma "imprensa golpista" para dizer o contrário.
0 Comentários