quarta-feira, 12 de novembro de 2014

O Brasil do PT é uma TV de plasma numa carroça



Um catador do Rio de Janeiro instalou uma TV de plasma de 43 polegadas e DVD na sua carroça. Conhecidos como "burrinhos sem rabo", esses trabalhadores informais ganham a vida recoilhendo lixo reciclável e fazendo pequenos fretes. Vida sofrida, dura e sem muita perspectiva. 


O aparelho eletrônico fez com que ele vivesse melhor, morasse melhor ou tivesse à disposição serviços públicos melhores, além de um futuro diferente para seus filhos? Não, longe disso, mas para a propaganda do governo a sua compra nas Casas Bahia ou Ponto Frio foi uma maravilha: o partido oficial pode dizer que está "mudando mais" o país.

Lógico que os puxa-sacos e militontos do partido decretaram que a TV do catador é sinal de que falta só um pouco para o Brasil virar a Suíça. Um desses "blogueiros progressistas" chegou a dizer que "só no Brasil da Dilma" tal maravilha poderia acontecer, concluindo o raciocínio - vamos fingir que foi um raciocínio - com aquele tipo de certeza que só os imbecis possuem: "O Brasil está menos desigual".

Sim, por conta de uma TV de plasma numa carroça o sujeito tem coragem de afirmar que o país no qual a miséria voltou a crescer depois de 10 anos está "menos desigual". Mas não me espanta, não mesmo.

Olhe em volta. Tire a cara do smartphone ou saia do computador e vá ali na esquina, em qualquer parte do país que você estiver. A menos que seja num condomínio murado e com segurança ou numa cidade muito pequena de um interior onde o Brasil real não encosta suas franjas, você verá lixo no chão, pedintes, moleques de rua, trânsito caótico, poluição, péssimos transportes públicos, alunos de escolas se comportando como se voltassem de um acampamento de bárbaros, insegurança, favelização, comércio ilegal, transporte irregular, infrações de trânsito, agentes públicos corruptos, etc., etc., etc. Tudo de uma vez ou pelo menos várias dessas coisas ao mesmo tempo.

E só vai acontecer isso porque essa é a realidade, porque a qualidade de vida de nenhum país pode ser medida por "pobre andando de avião" ou "empregada usando o perfume da patroa", mas pela vida que se leva sem precisar comprar nada para esquecer da vida que se leva.

O sujeito compra um carro a prestação, um home theater, uma celular de última geração e 200 quilos de carne para fazer churrasco durante um mês, mas basta sair do portão de casa que vai encontrar uma rua esburacada, a coleta de lixo precária, um terreno baldio insalubre, um engarrafamento enlouquecedor. Porque o Brasil da casa das pessoas para fora é muito, muito ruim.

Porque esse país que o PT governa não passa mesmo disso: uma TV de plasma numa carroça. A vida do carroceiro continua igual, à exceção de um carnê para pagar.

E a conta sempre chega.

Link da notícia: http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2014/11/1545492-catador-instala-tv-de-plasma-de-43-polegadas-e-dvd-em-carroca-no-rio.shtml
0 Comentários