quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Da série "as catacumbas de um cérebro baldio"


A deputada Fecali é mesmo uma piadista. Ironiza milhares na rua em São Paulo e nem com a turma do pão com mortadela passa de uma dúzia no Rio, diz que defende trabalhador mas marca manifestação numa SEGUNDA-FEIRA de tarde, manda expulsar o povo das galerias do Congresso mas pede "participação popular" e além disso tudo ainda chama censura (ela foi uma das que perseguiram a Rachel Sheherazade por falar o que os comunas-caviar não gostam) de "democratização da mídia".

Com essa democracia da deputada Fecali quem precisa de uma ditadura, não é mesmo? Rs.
0 Comentários