terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Da série "as catacumbas de um cérebro baldio"


Petrobras: pilhada, roubada, assaltada, praticamente quebrada, desmoralizada, com o nome na lama, despencando na bolsa, mais usada do que marafona de lupanar em parada de caminhoneiro, mas "é nossa".

Resta saber se é "nossa" de "nós, os petistas", "nós, os que recebemos patrocínio", "nós, os que sugamos petróleo como se fosse milk shake", "nós, dos contratos sem licitação", "nós, dos superfaturamentos", "nós, que compramos refinarias sucateadas pelo preço de novas" ou "nós, os pendurados em cargos comissionados".

Porque com certeza não é "nossa" de "nós, os que pagamos os impostos" e muito menos de "nós, que abastecemos o carro com uma das gasolinas mais caras do mundo".

Mas a culpa, claro, não é do PT, é da "corrupção venal do capitalismo internacional" que obrigou os petistas a fazer tudo isso na força. Rs.
0 Comentários