segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Joko Widodo para xerife

Dilma agora deu para se preocupar com o destino de traficantes brasileiros presos no exterior como se o seu governo não estivesse cheio de traficantes de influência, de cargos para inúteis ou de dinheiro sujo para abastecer caixas 2 de campanha. Fora os piratas de estatais.

Enquanto isso parlamentares da "base aliada" passam o tempo tentando livrar a cara de corruptos pegos com a boca na botija (um projeto que tramita no conselho de "ética" busca abrandar as penas de quem retornar o numerário afanado para os cofres do país) ou então blindar CPIs (Henrique Eduardo Alves deseja que não se divulguem "informações comprometedoras" nas comissões).

Como se nota, fuzilar o nosso bolso não deixa a suposta presidenta "indignada" e nem "consternada", ela quer é mais.

Bom mesmo para o Brasil seria uma "Lei Joko Widodo", dando a cada real ou dólar sujo encontrado nas contas de bandidos de gravata ou de macacão o mesmo peso de um quilo de cocaína e tratando seus portadores como a mesma cortesia com que a Indonésia trata quem entra em seu território carregando drogas.

Não precisa nem mandar a conta da bala para a família como fazem na China, essa fatura nós pagamos com prazer.
0 Comentários