quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

O Brasil, o carnaval e o BBB

José Dirceu anda criticando o governo por aí. Um fabricante de máscaras de carnaval disse que os sucessos de venda este ano serão as da Graça Foster e do Nestor Cerveró. Lula começa a se afastar da Dilma, com a campanha de 2018 começando antes mesmo do desastre que foi eleito em 2014 estar completo. Em alguns dias começam os paredões do BBB.

O que tem a ver uma coisa com outra? Tudo. Essas notícias são a síntese do Brasil, um país tão autêntico quanto um carro alegórico de escola de samba.

Quem pode foge da realidade com viagens ao exterior ou se trancafiando em shoppings e condomínios. Viramos para o lado e fingimos não viver cercados de lixo, poluição, favelas, atraso e miséria. Brasileiro não adora Facebook e Instagram à toa. Ali se pode fingir ser o que não é.

Assim como o país brincou de potência nos últimos 12 anos e agora acordou para a ressaca carnavalesca da farra do PT. A maioria dos países civilizados processa e prende seus corruptos, no Brasil eles viram máscara de carnaval ou "consultores", como o Dirceu.

Por isso é besteira culpar o carnaval e o BBB por toda a indigência moral e intelectual do país. O problema do Brasil não é o BBB; a Holanda tem Big Brother, a Suécia também. O problema do BBB é fazer um país já insuportável ficar pior.

O problema é que o brasileiro aceita ser enganado e segue sendo enganado como se gostasse disso.

Elegemos uma mentira. Hoje no Palácio do Planalto existe uma mistura de fraude e estelionato sentada na cadeira de presidente. Tudo o que disse que não ia fazer, Dilma fez pior.

E o PT vai fingir que não tem nada com isso. Dilma já serviu ao seu propósito: assegurar cargos para vagabundos ganharem dinheiro fácil. Agora será jogada às feras, a começar pelo seu criador, que vai tentar - e muito provavelmente conseguir - enganar meio país ao dizer que "foi traído".

A mentira é o único ativo do PT. Sem a mentira, a distorção, a difamação e o assassinato de reputações o partido não elege mais nem um prefeito de interior. Mas o brasileiro gosta de ser enganado. Não fosse assim, hoje não haveria uma mentirosa eleita por uma campanha suja governando o país.

Muitos se dizem arrependidos, outros sustentam o insustentável e ainda defendem os destruidores do país. Que todos se danem. Minha única pena é que não sofrerão sozinhos, porque merecem.

Mas isso é indiferente, o problema não foi votar na Dilma e se arrepender, o problema é que vão enganar todos eles de novo daqui a 4 anos, porque ser enganado faz parte da natureza estúpida de quem ainda acredita no PT.

Os demais não acreditam em nada, mas ganham muito bem pra fingir que sim.

Quem dera todos os problemas do país fossem BBB e carnaval.
0 Comentários