domingo, 8 de fevereiro de 2015

O caso Leopoldo Lopez expõe toda a cafajestagem do petismo


Leopoldo Lopez está preso há um ano numa masmorra chavista porque fez um discurso criticando o ditador Nicolas Maduro. Até hoje não se ouviu ou leu um "a" dos sócios e confrades do clube do clepto-bolivarianismo no Brasil sobre isso.
Mas bastou que os corruptos presos na operação lava-jato começassem a falar e entregar os ladrões de alto escalão do PT para que, nas palavras de penas alugadas e militantes com carteira assinada, a sede da polícia federal em Curitiba virasse "Guantanamo" e os gatunos engaiolados virassem "presos políticos".
Tradução: para o petismo você pode assaltar e quebrar o país à vontade, desde que não fale mal do governo.
0 Comentários