segunda-feira, 27 de abril de 2015

O seu FGTS é deles

No meio de tantas notícias absurdas saídas das catacumbas do petismo como o petrolão e as revelações da Veja sobre o patrimônio imoral de Lula e sua família, algo passou meio batido: o ministro da fazenda sugeriu que recursos do FGTS sejam usados para cobrir o rombo que o PT fez no BNDES.

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço é um conjunto de recursos abastecidos por uma porcentagem do salário do empregado que o empregador deposita na Caixa Econômica Federal, ou seja, é um confisco que o governo faz com a desculpa de, entre outras coisas, "amparar os trabalhadores em algumas hipóteses de encerramento da relação de emprego".

O BNDES - Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - é um banco que serve ao desenvolvimento econômico de compadres do governo. O "nacional" do seu nome até faria algum sentido caso os recursos deste banco não fossem usados largamente para promover os cupinchas bolivarianos do PT, como no caso de portos e aeroportos em Cuba, metrô na Venezuela, obras no Equador e estradas na Bolívia. Para o pagador de impostos nacional, sobra a conta, claro.

E para tirar o banco do vermelho - sabe como é, os companheiros empreiteiros custam caro - e continuar tendo poder de investimento em republiquetas cucarachas assombradas por tiranetes camaradas, o governo quer morder este suado dinheiro do FGTS.

Funciona assim: CONFISCAM seu salário todo mês, daí a Dilma e o PT QUEBRAM o país e agora vão pegar esse dinheiro que te tomam para continuar investindo em Angola ou em qualquer outro lugar que não te beneficie em nada e que certamente - se tiver sorte - jamais terá que pisar na vida.

Para você sobra uma conta de luz astronômica, aumento de impostos, taxas e serviços, inflação e 25 mil vagabundos em cargos comissionados para sustentar.

Agora a pergunta que realmente importa: depois de tungar o fundo de garantia para socorrer o BNDES e equilibrar suas contas, quem garante que o governo daqui a pouco também não vai meter a mão na sua poupança? Ou nos depósitos em conta corrente?

Dessa gente incapaz que é capaz de qualquer coisa não se pode duvidar de nada. É aí que mora o perigo.
0 Comentários