quarta-feira, 22 de julho de 2015

Fora Cunha, fica Dilma! Um dia na confusão mental de um blogueiro chapa branca




Na redação daquele site de notícias governista - na verdade um quartinho transformado em escritório na casa do blogueiro chapa branca - o estagiário - na verdade a esposa ou o filho ou o cachorro - chega apressado e dá a notícia ao chefe: figurão da República está acabado após graves denúncias de um delator.

- Mas o que houve?, pergunta o blogueiro.

- Não soube? Um delator da lava-jato entregou um chefe de poder, a casa caiu!

- Só pode ser o Cunha, só pode ser o Cunha!, diz o blogueiro, a saliva bovina já escorrendo pelo babador com a cara do Lula estampada.

Rapidamente abre o MacBook com um adesivo do MST e começa a digitar, nervoso, enquanto vai falando as palavras em voz alta:

- Eduardo Cunha, amigo do Aecim, é pego com a boca na botija! As provas são incontestáveis, um delator mudou o depoimento e disse que o imaculado parceiro do Gilmar embolsou dinheiro sujo do petrolão. O Príncipe da Privataria já mandou os coxinhas recolherem o pedido de impítim, porque a casa grande agora vai pegar fogo. E aí? Tá ficando bom?

- Tá muito bom, chefe, mas falta chamar o Moro de juizeco e os procuradores de fanfarrões.

- Calma, tá só no começo. - Diante de tão grave mar de lama nada mais resta ao EduCu além de renunciar à presidência da Câmara antes que seja afastado dali na marra por conta do processo, a menos que algum engavetador geral da República esteja pronto para aliviar seu lado como fizeram com o trensalão, o helicoca e os tucanalhas que o juizeco da Guantánamo do Paraná livra a cara. - Curtindo?

- Tá valendo um joinha no Facebook e tudo.

- Agora é a hora dos brasileiros irem para as ruas e para as janelas defenderem a presidenta eleita democraticamente. É panelaço contra o CuCunha, black blocs na rua e cassação nele! Depois a gente bota o Sibá na presidência da Câmara, o Requião no Senado e o Ciro Gomes na justiça pra peitar a classe média. Chora, elite branca paulista, 2018 é Lula de novo. Fora, corrupto!

- Chefe...

- Bom demais, né?

- Não, não é isso, é outra coisa, chefe.

- O que? Já defendi que ele caia, pedi panelaço, baderna e gente de confiança nos postos chave do país, o que foi? Faltou xingar o Serra?

- Não chefe, chegou a informação aqui que o figurão que entregaram é a Dilma.

- Hein?

- O tal delator, disse que a campanha da Dilma é que recebeu dinheiro sujo.

- Putz, pera aí, deixa apagar essa baboseira toda, vê se tá bom: vara da Guantánamo arma mais uma para a presidenta. Um bandido mentiroso caluniou Dilma num depoimento dirigido e sem provas com o único intuito de promover um golpe paraguaio com ajuda da mídia. Paneleiros gourmet de elite vão para a janela fazer barulho enquanto o povo de panela cheia ignora a palhaçada.

E prossegue:

- Essa elite que não dá bom dia ao porteiro e fura fila na padaria quer fazer parecer que o PT inventou a corrupção. Delação sem prova é armação para tirar o governo popular eleito democraticamente na marra. Mas não esperem que seja fácil, vai ter guerra civil! O tom tá bem sensacionalista e apelativo?

Nisso o cachorro entra e responde:

- Au, au.

0 Comentários