quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Entra o verde e amarelo, sai o vermelho-pixuleco


Agora verde e amarelo vai deixar de ser coisa de fascista, camisa da Seleção não vai ser mais roupa de quem apoia a corrupção e a bandeira do Brasil deixará de ser enquadrada como símbolo do racismo e do ódio da elite contra os pobres.

Contemplem o ridículo do PT largando o vermelho-pixuleco e adotando o verde-e-amarelo-coxinha pra não ser humilhado novamente na contagem de pessoas em apoio ou contra o governo mais impopular, incompetente e cercado de corruptos da história do Brasil.


P.S.: Com medo de repetir o Collor em 1992 e o povo todo ir às ruas de preto, a companheirada retirou a convocação. Só esquecem que eles não têm como repetir o Collor, porque já são muito, muito piores.

Mas fica a piada.
0 Comentários