quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Deputado do PT incita agressão aos membros do Movimento Brasil Livre


Sibá Machado é um personagem que em qualquer país menos exótico serviria apenas como coadjuvante de programa de humor vespertino. Como o Brasil é a capital mundial do exotismo bizarro, ele não só é deputado federal como é líder da bancada do partido do governo.
Entre outras idiotices o deputado acriano já afirmou que a CIA paga manifestantes para ir às ruas contra Dilma Rousseff ou que o dinheiro surrupiado da Petrobras se "auto-roubou" apenas para difamar seus companheiros de partido pegos com a boca na botija.

Sibá não é apenas um sintoma, mas também uma das causas da decomposição moral e intelectual do petismo. Ainda que fossem desonestos intelectualmente e defendessem absurdos, os antigos "líderes" e personalidades do PT pelo menos mostravam algum verniz de inteligência e refinamento.

Hoje não, hoje o PT é exatamente esse churrasco na laje mental, esse sanduíche de mortadela argumentativo representado por um medíocre como Sibá Machado, alguém sem substância e densidade para sequer ser assessor de vereador em município com menos de 20 mil habitantes.
Bah, o que eu estou dizendo? Num país onde a Era da Mediocridade não faça o insignificante se achar um gênio, Sibá Machado seria rejeitado até numa ocupação que envolvesse perguntar se o pedido vai acompanhado com fritas.
O problema é que ele seria apenas folclórico e lamentável caso não tivesse virado caso de polícia.
Digo isso porque alguns manifestantes do Movimento Brasil Livre estavam no plenário da Câmara quando o Tonho da Lua petista resolveu bradar do alto de sua coragem de lutador de MMA de galinheiro e disse o seguinte:
- Eu vou juntar gente e vou botar vocês pra correr daqui de frente do Congresso. Bando de vagabundos. Vocês são vagabundos. Vamos pro pau com vocês agora.
No dia seguinte integrantes do MTST, grupo de delinquentes apoiado pelo PT para ser um de seus braços armados nas ruas, foram até o acampamento do MBL em frente ao Congresso e agrediram os presentes.
A ameaça foi feita e cumprida.
Numa sociedade saudável, onde um Sibá Machado fosse colocado no seu devido lugar de Sibá Machado, o que o deputado petista fez seria caso de polícia, porque ele incitou sim, deu uma ordem velada sim e foi responsável pelo ocorrido sim. É um covarde sem decoro e merece ser punido. Entretanto, como estamos no Brasil, ainda vamos ver o que vai acontecer.
Mas fica o diagnóstico antecipado: só num país canalha, tomado por canalhas e governado por canalhas é que o dinheiro que roubam de você é usado pra pagar delinquentes pra te expulsar da rua caso você proteste contra o ladrão e ainda por cima isso não dá em nada.
A ver.
0 Comentários