terça-feira, 27 de outubro de 2015

Lula 70


Lula vai comemorar hoje seu aniversário falando mal da polícia federal, do ministério público e do ministro da justiça. Tudo porque os dois primeiros estão a cumprir suas funções legais e o último, por incrível que pareça, não está atrapalhando.
Lula não faz isso para defender sua biografia, como sói a um ex-presidente, mas para defender o seu futuro: ele nunca diz "chega", ele quer mais, ele quer mandar no país de novo.
Como passou os últimos 35 anos sem trabalhar, só podemos supor que essa necessidade que Lula sente de voltar ao poder não é saudade do batente, mas dos adereços de ser presidente.
Me importam menos suas razões do que suas chances de conseguir o que tanto deseja. Sabemos que nada é sujo ou indecente o bastante para o PT usar com o objetivo de vencer uma eleição, só espero que dessa vez não baste.
Seus companheiros mais próximos, seus amigos pessoais e até membros da sua família estão um a um aparecendo nas páginas policiais. O resultado é que 55% dos brasileiros dizem que não votariam nele em hipótese alguma. Mas ainda é pouco, prefiro uma margem de segurança maior, algo como uns 90%.
Em todo caso, o fato de não poder sair de casa para comemorar seus 70 anos sem a chance de levar uma vaia ou se deparar com um boneco inflável gigante no meio do caminho é um dos destinos merecidos para quem, desde muito tempo, tomou o país como refém e impôs este desastre que agora ocupa a presidência.
A Lula, o que é de Lula. Inclusive a Papuda, se este for o caso.
0 Comentários