quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Lula e os pobres

Lula diz para o pobre - aquele que está indo pra faculdade, andando de avião e usando o mesmo perfume da madame - esquecer a carne e se contentar com arroz. E sem reclamar, seus pessimildos.
Onde fica agora aquela propaganda do João Santana que dizia que se a Dilma não fosse reeleita sumiriam os pratos de comida da mesa dos mais pobres?
Por falar nisso, e aquela história de que o Aécio plantaria inflação para colher juros?
"Apesar da crise" ainda vai ter arroz pra comer ou em breve os comissários dirão que o cidadão precisa comer grama e areia para passar pelo "período especial"?
Essa gente mais pobre, sofrida, não é "burra" como dizem por aí e tampouco "se vende" em troca de benefícios. É uma gente que se sente invisível, abandonada, que luta diariamente para sobreviver. E acredita quando mostram para ela que algo pode mudar e por isso vai em frente e termina sendo enganada, traída.
Nada é mais golpista do que isso.
0 Comentários