terça-feira, 1 de março de 2016

Carioca, você é um herói

O Rio de Janeiro fez aniversário e o seu prefeito correu para o Facebook para dar parabéns à "cidade mais linda do mundo".
Nem vou discutir muito essa piada de "mais linda do mundo" simplesmente porque uma cidade que tem bairros como a Pavuna, Honório Gurgel ou Cordovil não pode entrar nem na lista das 100 mais lindas do mundo, quanto mais ser top 1.
Uma cidade com a saúde e a educação sucateadas, o saneamento básico virtual, onde a favelização é uma realidade inescapável para onde quer que se olhe, as águas imundas, as praias inseguras, o trânsito caótico e a desordem urbana como marca, não tem nada a comemorar, ainda mais se pensarmos que o cenário recebido pelo carioca da natureza favorecia a construção de algo melhor.
Mas uma coisa tenho que admitir, o carioca, não todos, mas muitos deles, merece os parabéns.
Parabéns ao carioca que não gosta de samba, nem chorinho, nem jongo, nem capoeira, nem funk, botequim pé sujo ou qualquer outra coisa étnica ou "de raiz" e ainda assim consegue se divertir com as opções praticamente nulas fora desse circuito na cidade.
Parabéns ao carioca que sabe quanto custa o seu dinheiro e mesmo assim sobrevive num local conhecido pelos seus serviços ruins e caros, por atendentes mal educados, pela displicência no trato, pela agressividade passiva - e muitas vezes nem tanto - como padrão.
Parabéns ao carioca que não acredita no mito da "bagunça organizada", que não aplaude pôr-do-sol logo após um arrastão, que precisa andar em ônibus lotados e quentes - ar-condicionado é considerado luxo pela prefeitura - num lugar que faz mais de 40 graus no verão.
Parabéns ao carioca que usa esse péssimo metrô que liga nada a coisa nenhuma, uma linha reta sem conexão com coisa alguma, cheia de solavancos, freadas bruscas e com a passagem caríssima.
Parabéns ao carioca que paga impostos e recebe uma porcaria de serviços públicos, que tenta trabalhar e só é atrapalhado pela burocracia enervante, que atura as filas do pior Detran do país, que vê sua cidade ser invadida por turismo de baixa qualidade, que só serve para aumentar a quantidade de urina escorrendo pelas calçadas e de decibéis berrados pelos usuários em transportes públicos, bares e shoppings.
Parabéns ao carioca que paga copa do mundo, olimpíada e ouve seus empregados, os governantes, dizerem que estão preocupados com os "visitantes", com o "período de competição", maquiando tudo correndo para que a ilha da fantasia só desmorone quanto o evento tiver terminado e os de fora voltarem para casa.
Parabéns ao carioca que fica, que passa o dia a dia nesse lugar, que sabe bem a realidade fora da novela da TV, das revistas de fofoca e da propaganda enganosa que vende um balneário sujo e quente como uma praia paradisíaca com bossa nova tocando como música ambiente em todos os lugares.
Parabéns para você que vive no meio de tudo isso isso e muito mais, ganha a vida e ainda consegue manter a sanidade. Para você que vive no meio disso tudo, mantém sua dignidade, toca a vida para frente, não perde o senso crítico e nem se deixa contaminar por um ufanismo bairrista burro e paralisante.
Você é um herói.
0 Comentários