quarta-feira, 9 de março de 2016

Direita a favor dos animais sim


Sou um cara de obsessões. Defenestrar o PT é uma delas. Sorvete de menta é outra. Viajar é uma das grandes e animais também entram na lista, especialmente gatos, roedores e mais recentemente, baleias orca.
O meu Twitter tem alguns assuntos recorrentes e a política e a defesa dos animais são dois dos que mais aparecem.
Em relação às baleias, preservar a espécie, conservar seu habitat natural e abolir a criação e reprodução em cativeiro são questões urgentes. Tento falar mais em inglês sobre esse assunto já que as maiores iniciativas estão fora do Brasil e me espanto com o feedback.
Não vou entrar aqui na discussão sobre parques marinhos com a exibição circense de cetáceos ser algo reprovável, porque não precisa ser gênio para concluir que o lugar de um animal gigantesco como a orca, que na natureza nada centenas de quilômetros por dia, não é numa piscina fazendo truques para divertir humanos em troca de peixes mortos.
Se você não entende isso, se acha que o SeaWorld ou o Marineland estão apenas "educando" as pessoas e "preservando" as espécies, então sugiro que vá gastar seu dinheiro nesses lugares enquanto saboreia um sorvete na testa.
Mas divaguei.
O que me espanta no feedback que recebo quando posto assuntos relacionados à defesa dos animais é como a esmagadora maioria dos interessados no assunto é de esquerda, "progressista".
Tem ativista de causa gay, do black lives matter, gente que pensa diferente de mim em tudo, menos naquilo. Os de direita que aparecem me chamam de "pussy". Risos.
Não é que a esquerda tenha sequestrado o tema, é que a direita auto-estereotipada não se interessa por ele.
Parece que para ser diretista você tem que ser um "malvadão" a favor da caça indiscriminada, indiferente a parques marinhos fazendo seres inteligentes e complexos de escravos e curtir uma sopa de tartaruga. Caso contrário não é direitista de verdade.
Não me entendam mal. Não vou virar vegano ou algo assim porque me sinto até mal se não comer carne. Não acho que se alimentar de outros animais seja condenável, caso contrário existiriam orcas e leões vegetarianos.
Mas daí a matar por diversão? Por troféus? Se divertir vendo baleias serem tratadas como atração de circo? Não dá.
Posso estar errado, claro, e ser só impressão, mas caso esteja certo, peço encarecidamente aos meus comparsas de reacionarismo: apenas parem.
O respeito pelos demais animais do planeta é diretamente proporcional ao respeito que o animal humano merece, nem mais nem menos.
0 Comentários