terça-feira, 22 de março de 2016

O governo Dilma exala a peixe podre

O "acovardado" STJ deu 72 horas para que o obreiro de Lula instalado no ministério da justiça explique suas bravatas e ameaças feitas contra a polícia federal, numa clara tentativa de intimidar e melar a operação lava-jato.
Este é o retrato do governo Dilma Rousseff, já nos idos mal saído das calendas. O ruim não é apenas o fato de um truculento petista adepto do santo daime estar por aí fazendo trabalho partidário ao invés de trabalho ministerial, mas a presidente perder totalmente a noção a ponto de colocar esse tipo de gente no ministério.
O governo Dilma hoje possui apenas dois projetos sendo executados: manter Dilma dentro do palácio do planalto e Lula fora da cadeia. O resto não existe.
E é por isso que agora até suas nomeações ministeriais vem sendo contestadas na justiça como se fosse uma briga em reunião de condomínio.
Dilma e seus ministros exalam aquele cheiro podre de peixe na hora de xepa: todo mundo sabe que não dura nem até o dia seguinte.
Daí que nem a própria e nem as nulidades que ela coloca no ministério possuem qualquer autoridade ou credibilidade para nada.
A menos que seja para uma renúncia, claro.
0 Comentários