domingo, 25 de setembro de 2016

Menos, candidato, menos

O candidato favorito à prefeitura de Curitiba, Rafael Greca, deu a seguinte declaração: "(...) a primeira vez que tentei carregar um pobre pra dentro do meu carro eu vomitei por causa do cheiro".
Reproduzida assim mesmo - e repetida à exaustão pela sub-imprensa petista - fica suprimida a sequência em que ele explica que era um homem que não tomava banho há dias, a ponto da freira que os atendeu no abrigo perguntar se o candidato também queria um banho.
Só quem nunca trabalhou num serviço público - principalmente de saúde - um dia na vida - e eu já trabalhei - não sabe como um morador de rua há dias e dias sem qualquer higiene pessoal pode exalar um odor que deixa qualquer um - por mais experiente que seja - até tonto. Isso é um fato.
Mas só quem nunca sentiu os próprios odores pode esquecer que, na mesma situação, você cheiraria igual.
E mais, só para finalizar, só quem esquece que ali está um outro ser humano tal qual você, com pai, mãe, família e história, pode dar uma declaração dessas numa entrevista e achar que não fez nada demais ou que existe um "contexto" aceitável para isso.
0 Comentários