sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Não se iluda: a esquerda nunca muda




(Clique na imagem para ampliá-la)

Em 2002 o PT lançou a "carta ao povo brasileiro" para combater a imagem de radicalismo e acalmar os que desconfiavam do partido.

Em 2016 o Marcelo Freixo vai lançar uma carta ao povo carioca para combater a imagem de radicalismo e acalmar os que desconfiam do seu partido.

O PT foi, enquanto pode, o partido da "ética", da "militância aguerrida", dos que lutavam por "um mundo melhor".

O PSOL é, enquanto puder, o partido da "ética", da "militância aguerrida", dos que lutam por "um mundo melhor".

Isso até sentir o cheiro da chave do cofre. Duvida? Basta ver a campanha suja que estão fazendo neste segundo turno do Rio de Janeiro, com direito até ao velho conhecido assassinato de reputações ao estilo do João Santana.

Se o PSOL está "fazendo o diabo" para se eleger, imagine só o "inferno" que faria caso ganhasse. Só cai nessa conversa quem for bobo ou tiver a memória fraca. O resto dos pilantras está por fanatismo ideológico ou pelas boquinhas mesmo.

A esquerda nunca muda de fato, só muda de nome e de cara. E agora, de carta.
0 Comentários