sexta-feira, 28 de outubro de 2016

O vale-tudo eleitoral da esquerda


A estratégia de campanha da esquerda em QUALQUER ELEIÇÃO em QUALQUER PAÍS é a luta na lama, o vale tudo enlouquecido, a suruba no carro alegórico.
Basta ver o que o Marcelo Freixo fez no segundo turno no Rio de Janeiro. Ele usou despudoradamente dois expedientes: o primeiro é o arsenal de denúncias e dossiês que o Pedro Paulo tinha preparado e ficou encalhado. O segundo é o método João Santana de disputar segundos turnos, segundo o qual o caminho mais próximo para uma vitória passa pela fossa.

O PSOL como boa linha auxiliar do PT que é está fazendo seu dever de casa e praticando uma campanha sórdida de orgulhar o marqueteiro baiano lá em Curitiba, o problema é que o tempo em que isso dava certo com certeza passou.
O Freixo está posicionado para levar uma surra pedagógica no dia da eleição.
Agora, apenas imagine o que o PT não estaria espalhando sobre o João Dória caso tivesse segundo turno em São Paulo entre ele e o Haddad.
0 Comentários