domingo, 30 de outubro de 2016

Sobre a eleição para prefeito do Rio

- 59% Marcelo Crivella, 45% Brancos, nulos e abstenção, 40% Marcelo Freixo. O PSOL é o partido que consegue ficar em terceiro até numa disputa entre dois.
- Onde votei hoje: um cara com uma camiseta "Bolsonaro presidente" e outro "Seja uma boa pessoa, não seja comunista". Minha vizinhança é boa.
- Freixo perdeu para aquele candidato considerado o adversário ideal, porque perdeu TODOS os segundos turnos que disputou. Isso quer dizer o quê? Que o PSOL se entende muito bem com a bagunça, mas não com a urna.

- Dúvida: se o Crivella ganhar, quando psoleiros e petoscos fatalmente pedirem "fora, Crivella", eles serão golpistas?
- O Reinaldo Azevedo se orgulha tanto daquele "petralha" dele que eu resolvi a partir de agora só usar "petosco". Dêem crédito ao citar. :P
- Haja mamadeira e chupeta amanhã para a choradeira desses revolucionários de playground do PSOL.
- Se o Facebook não tomar cuidado os seus servidores vão até cair com a quantidade de textão que vai ter depois da derrota do Freixo.
- O Rio se livrou do PSOL por mais quatro anos. Que a direita/centro-direita na cidade não seja burra de novo em 2020.
- Resultado: Crivella seguido da astenção e logo depois o Freixo.
O PSOL é tão bom de voto que mesmo com um exército de cabos eleitorais emporcalhando as ruas com adesivos até o "ninguém" ganha deles.
- Freixo disse que "só está começando", o que dá a entender que ele está mesmo decidido a ser um novo Lula, aquele sujeito que vive de ser candidato até o dia em que consegue enganar eleitores o suficiente para fazer terra arrasada. O Rio que fique esperto.
- A vice do Freixo, Luciana Boiteux, disse que não seria "vice", mas "co-prefeita".
- Imagina o pé no saco que seria aturar 4 anos uma doida se intitulando "co-prefeita" ao invés de "vice", tipo a Dilma com aquele "presidenta".
- Segundo a turma do DCE voltamos para a idade média. Depois do horário de verão, vem aí a ERA DAS TREVAS. Ajuste o seu relógio aí para o século V e saia na rua com forcados atrás de freixetes.
- Imprensa, DCEs e classe artística da zona sul esperneiam em posição fetal neste exato momento.
- O Rio já estava na bosta desde que saiu o resultado do 2º turno, o que o eleitor fez hoje foi tentar garantir pelo menos o papel higiênico.
- Bandeira do MST, bandeira do MTST, petoscos todos fazendo campanha feroz com aquele jeitinho meigo deles, mas não é linha auxiliar não.
- 249.580 mil votos. Um deputado federa. Foi o que o Freixo conseguiu crescer de 2012 para 2016 mesmo com toda a campanha suja e a ajuda da imprensa.

Dado interessante: era pra ter sido de uns 80%, mas o Crivella é um candidato muito, muito frágil. Sorte dele que encontrou um mais ainda.
- A turma dos cargos comissionados do governo federal do PT crente que iam arrumar um seguro-desemprego na prefeitura do Rio, mas deu ruim.

- PSOL, vocês perderam uma eleição para um BISPO DA UNIVERSAL. Será que agora viram como as pessoas têm pavor de vocês e das suas idéias?
- E de novo a urna não fechou com o Freixo.
- Tchau, PSOL!


0 Comentários