terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Sobre as rebeliões nos presídios do Brasil

Longe de mim fazer falsas acusações, mas já pensou que doido se essas rebeliões em presídios fossem uma ação orquestrada entre as quadrilhas do tráfico e as quadrilhas da política - que de vez em quando trocam arregos - para desestimular o envio de políticos para essas instituições?
Pois pensemos: as cadeias brasileiras viraram masmorras de 2016 para cá ou foi nesse ano que ex-ministros e ex-governadores foram parar na jaula e ex-presidentes estão ameaçados com o mesmo destino?
Fica fácil concluir que deve-se soltar quem já está preso e nem prender quem está solto, afinal, nos presídios brasileiros a taxa de mortalidade é quase tão alta quanto no SUS, aquele sistema de saúde que suas excelências administram.
Mas deve ser só coisa da minha cabeça.
0 Comentários