terça-feira, 21 de março de 2017

O ladrão de inauguração

O Brasil é mesmo um país surreal, a novidade agora é um ex-presidente desonesto e mitômano que sai por aí em caravanas inaugurando obras que ele não concluiu.
O negócio é tão louco que pode até abrir um precedente: qualquer dia desses, numa viagem no seu papel de "presidente não oficial do Brasil", o Lula vai a Nova York inaugurar a Trump Tower e logo após a doará para o Guilherme Boulos montar um acampamento.
Mas o pior não é o país ser exposto ao ridículo de ver o chefe do bando que o assaltou - e deixou obras inacabadas - inaugurando o que preferiu desviar a construir, mas o governador de um estado pobre como a Paraíba usar o dinheiro dos outros para patrocinar este circo.
Quem pagou o palanque, o sistema de som, os ônibus para transportar a claque e o jatinho que o penta-réu usou para ir até o sertão fazer sua inauguração fake?
E assim depois da Petrobras, do BNDES, das demais estatais e bancos públicos e das arcas da nação o PT, já fora do poder, está se dedicando à uma nova atividade: roubar inaugurações.
0 Comentários