quarta-feira, 17 de maio de 2017

Funcionários do mês


Se um repórter imaginário do jornal Pravda percorresse o parlamento da União Soviética para saber a opinião de algum dos seus 542 membros (na época da dissolução) sobre qualquer coisa, ele certamente só encontraria políticos do Partido Comunista para entrevistar.
Não havia outro. Era proibido.
Já o parlamento brasileiro conta com 513 deputados e 81 senadores divididos em pelo menos 18 partidos diferentes.
Mas parece que os repórteres reais do Brasil de hoje sofrem do mesmo problema do repórter soviético imaginário: temos a impressão de que eles só conseguem encontrar políticos do PSOL - 6 deputados, 0 senadores - para entrevistar.
Parece que não há outro, que é proibido.
Convenhamos, nem na União Soviética eles eram tão aplicados assim.
0 Comentários